Quais os tipos de previdência e como sei qual é a ideal para mim?

Apesar de existirem outras formas de previdência, comercializadas no mercado, a previdência social, onde os benefícios são obtidos pelo INSS, é a previdência oficial, por assim dizer, e é paga pelo governo, que é para onde efetuamos o pagamento das contribuições via carnê, desconto em folha (se trabalhar de carteira assinada), ou até mesmo pela contribuição através de MEI (Microempreendedor Individual), ou como sócio de empresa.

Esses pagamentos são contabilizadas como tempo, e assim podemos nos aposentar, e também obter outros tipos de benefícios, como o auxílio por incapacidade temporária (conhecido como auxílio doença), auxílio maternidade, pensão por morte, entre outros benefícios.

Mas se tratando de tipos de previdência, existem duas, a privada e a pública.
Simplificando o entendimento, a previdência privada é um produto de investimento comercializado por instituições bancárias, e que tem por objetivo principal, a complementação da aposentadoria pública, que é a obtida através do INSS, em que o salário é pago pelo governo, em geral calculadas sobre as contribuições feitas ao longo da vida.

Posso fazer sozinho meu planejamento previdenciário?

A elaboração de um planejamento previdenciário exige conhecimentos sobre regras específicas dos tipos de aposentadoria e benefícios, normas do INSS, e também especificidades de algumas profissões. Baseado nisso, a resposta seria não, sem esse conhecimento não tem como fazer por conta própria seu planejamento previdenciário.

O que pode ser feito é a simulação do tempo de contribuição, e em alguns casos até mesmo a RMI (Renda Mensal Inicial, ou seja o salário que o beneficiário começará recebendo) simulada, através de ferramentas disponíveis no próprio portal do INSS. No entanto essas informações na maioria das vezes não são precisas, pois podem haver inconsistência nos dados, erros ou falta de informações no cadastro, e que carecem da análise detalhada que é feita através do planejamento previdenciário, onde verificamos se estão contabilizadas todas as contribuições, se existem pendências, e outros aspectos que influenciam na concessão de um benefício, e que se não resolvidos podem acarretar até mesmo em uma negativa do INSS, ou afetar o cálculo do valor do salário de benefício, trazendo prejuízos financeiros, e até mesmo desperdício de tempo de contribuição pago.

Facebook
Twitter
LinkedIn
Picture of britosadvocacia

britosadvocacia

Escritório de Advocacia em Duque de Caxias especialista em Previdenciário, Cível e Trabalhista.

Veja outros artigos do nosso blog

dispensa-descriminatoria-no-direito-do-trabalho

Dispensa discriminatória no Direito do Trabalho

O preconceito fundado na raça, cor, sexo, religião, opinião política, ascendência nacional ou origem social sempre esteve enraizado em nossa sociedade e nas relações de trabalho. Essa distinção leva sempre a uma discriminação.

Leia mais»

Porque fazer um Planejamento Previdenciário?

Fazendo um planejamento previdenciário, você fica ciente de quando poderá requerer sua aposentadoria, ou outro benefício que precisar, qual a modalidade mais adequada, e que trará o benefício mais vantajoso possível, avaliando os critérios de tempo X valor do benefício.

Leia mais»

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Quer receber nossos e-mails?

 Assine nossa newsletter e em breve iremos mandar atualizações importante sobre seus direitos. 

Há mais de 15 anos no mesmo endereço, servindo com ética e dedicação, para defender os seus direitos.

Acompanhe nossas redes sociais.

Horário de atendimento:
Segunda, quarta e sexta
das 9h às 17h

Whatsapp e Telefone:
(21) 2672-1434

Endereço:
Rua Conde de Porto Alegre, Nº 15, Sala 806, Jd. 25 de Agosto, Duque de Caxias – RJ

©2024 Todos direitos reservados

Política de Privacidade